Fale conosco pelo WhatsAppEntre em contato

Quais são os tipos de hérnia?

Médico tenta identificar qual dos tipos de hérnia afeta a paciente

Conheça os tipos de hérnias abdominais, quais os principais sintomas e como tratá-las adequadamente

Há diferentes tipos de hérnia que podem ser identificadas no corpo humano; entretanto, é preciso reconhecer que elas surgem por um motivo.

De acordo com o Ministério da Saúde, as hérnias, por definição, caracterizam-se pelo prolapso de tecidos através das aberturas ou fraquezas, projetando-se para um lugar que não lhe pertence. No caso das hérnias abdominais, isso ocorre na parede muscular do abdômen, resultando em saliências no local.

A compreensão e identificação criteriosa dos variados tipos de hérnia é muito importante para um diagnóstico preciso e uma intervenção médica adequadamente indicada.


Entre em contato para o tratamento dos diferentes tipos de hérnia

Agende uma consulta

Diferentes tipos de hérnia

Com as variações dos tipos de hérnia, é fundamental compreender quais são as características de cada uma, e como elas podem se desenvolver.

Hérnia Inguinal

Um dos tipos de hérnia mais comuns é a hérnia inguinal. Ela se desenvolve na virilha ou no saco escrotal e pode ser causada por esforços abdominais decorrentes de constipação intestinal, tosse crônica, levantamento de peso e problemas congênitos.

Em geral, a hérnia inguinal ocorre quando algum órgão ou tecido de dentro do abdômen se projeta através de uma abertura na parede abdominal, chegando ao canal inguinal situado na região da virilha.

Hérnia umbilical

A hérnia umbilical ou paraumbilical é um dos tipos de hérnia que se manifesta na região do umbigo, e geralmente pode acometer desde bebês até adultos.

Suas causas, mesmo que variadas, geralmente decorrem de uma má cicatrização na região umbilical, após a retirada do cordão umbilical. A pele cicatriza, porém, a camada muscular ou aponeurose não se fecha por completo. Ao longo da vida, situações de aumento de pressão abdominal, como gravidez, obesidade, entre outros, podem contribuir para o aumento da abertura na parede e início dos sintomas.

Hérnia epigástrica

A hérnia epigástrica é muitas vezes confundida com a umbilical; no entanto, ela surge na margem entre o tórax e o umbigo.

O alvo desse tipo de hérnia geralmente são adultos entre 20 e 50 anos, surgindo mediante a esforços abdominais intensos. Em 20% dos casos de hérnia epigástrica, pode haver mais de uma abertura no abdome.

Hérnia incisional

A hérnia incisional pode ser localizada em várias regiões abdominais, o qual foram realizados procedimentos cirúrgicos. Desta maneira, caracteriza-se por surgir próximo das cicatrizes em decorrência do enfraquecimento e abertura da parede abdominal no local operado anteriormente.

Entre em contato para o tratamento dos diferentes tipos de hérnia

Agende uma consulta

Sintomas de cada hérnia

Cada um dos tipos de hérnia é reconhecido por seus diferentes aspectos. Portanto, é necessário identificar os sintomas de cada um para defini-los.

  • Hérnia inguinal: dores ao realizar esforços, queimação ou pressão na virilha e inchaço ou protuberância pode ser notado na área inguinal, especialmente ao ficar em pé ou fazer esforços;
  • Hérnia umbilical: abaulamento na região do umbigo e dores abdominais que podem variar em intensidade e serem percebidas principalmente durante o esforço físico ou ao levantar objetos pesados;
  • Hérnia epigástrica: saliência na região central do abdome como uma “bolinha”, em alguns casos, a hérnia epigástrica pode ser assintomática, sem causar dor ou desconforto notável;
  • Hérnia incisional: presença de um abaulamento ou protuberância na região em torno da cicatriz de uma cirurgia abdominal anterior, dor e desconforto na área e pele irritada ou vermelha na região.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico desses tipos de hérnia deve ser realizado por um médico, normalmente por meio de um exame físico tateando a região de incômodo. Além disso, é considerado o histórico de saúde do paciente, da mesma maneira que os sintomas apresentados.

Para completar o diagnóstico, será preciso efetuar exames de imagens como ultrassonografia abdominal ou tomografia computadorizada, a fim de definir o local exato, o tamanho da hérnia, a anatomia do paciente e a gravidade da ruptura.

Entre em contato para o tratamento dos diferentes tipos de hérnia

Agende uma consulta

Opções de tratamento para os tipos de hérnia

A única opção para tratar os tipos de hérnia é por meio de uma cirurgia, seja ela aberta, laparoscópica ou robótica.

  • Cirurgia aberta: considerado um procedimento tradicional, o cirurgião faz uma incisão na área da hérnia, reposiciona o órgão e repara a parede enfraquecida usando suturas com ou sem tela para reforço;
  • Cirurgia laparoscópica: é uma abordagem minimamente invasiva – algumas pequenas incisões são feitas na parede abdominal, inserindo um laparoscópio (câmera) e instrumentos para correção da hérnia;
  • Cirurgia robótica: é a variação da laparoscopia, usando sistema robótico controlado remotamente para realizar a operação, proporcionando visão 3D e movimentos precisos.

Contudo, para definir os melhores procedimentos para o tratamento de cada um dos tipos de hérnia, é essencial que o paciente procure auxílio de um médico especialista. Para saber mais sobre hérnias, entre em contato e agende sua consulta.

Fontes:

Ministério da Saúde

Centro de Hérnia – Hérnia Clinic

Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal – SBH