Fale conosco pelo WhatsApp

Hérnia inguinal: Diagnóstico

Homem toca barriga de outro homem para examinar hérnia inguinal
09out, 2020

Em consultório com exame físico e palpação na virilha, é possível identificar se o paciente tem ou não hérnia inguinal

O diagnóstico da hérnia inguinal é bem mais simples do que parece. Em consultório e com base em sintomas ou a presença de protusão na região da virilha, é possível afirmar que o paciente é portador ou não de uma hérnia.

Por vezes, nem é necessária a realização de exames para o diagnóstico da hérnia inguinal, o que torna o tratamento da condição mais rápido e com menor chance de desenvolvimento de complicações.

Confira a seguir todas as particularidades sobre a condição e o correto diagnóstico de hérnia inguinal, com informações cedidas pela equipe médica da Hernia Clinic, centro especializado no tratamento e prevenção da condição.

O que é hérnia inguinal?

A hérnia inguinal configura-se com o surgimento de abaulamento na região da virilha, na junção entre a coxa e a região inferior do abdome. Enquadrada como um dos tipos de hérnia abdominal — a representar cerca de 80% dos diagnósticos de hérnia —, a condição acomete principalmente homens.

Mulheres também podem ter diagnóstico de hérnia inguinal, mas em menor índice. Isso deve-se ao fato de os homens possuírem um trajeto natural na parede abdominal dessa região, por onde passam os vasos e elementos que se direcionam ao testículo, na bolsa escrotal.

A protusão pode ser permanente ou ainda surgir apenas quando o indivíduo faz algum tipo de esforço. É comum ocorrer em homens que tem como rotina a prática de exercícios físicos ou trabalham em profissões que exigem esforço repetitivo.

Como ela se forma?

O paciente que teve o diagnóstico de hérnia inguinal sofre de um afrouxamento da parede abdominal que resultou no extravasamento do intestino ou outros órgãos internos, formando uma nodulação na pele. Como já mencionado, a condição é comum em indivíduos do sexo masculino e deve-se ao fato de os testículos se formarem dentro do abdômen ainda durante a gestação e, ao chegar ao 7º ou 8º mês, um túnel permite a passagem do testículo pela região inguinal até a bolsa escrotal.

Entenda mais sobre o diagnóstico da hérnia inguinal

Para compreender como é o diagnóstico da hérnia inguinal, entenda os sintomas desta alteração. São eles:

  • Protusão na virilha;
  • Sensação de peso e desconforto na região;
  • Dor na virilha;
  • Nas mulheres, pode ocorrer desconforto pélvico vago.

Em casos graves, quando a hérnia inguinal está encarcerada, podem aparecer sintomas como dor forte, endurecimento e indisposição. Isso é considerado um caso grave e requer intervenção cirúrgica de emergência.

Quando a hérnia não é visível — tendo sido diagnosticada durante um exame de palpação, por exemplo —, pode vir a ser indicada a ultrassonografia ou outro exame de imagem para o correto diagnóstico da hérnia na virilha.

Após diagnostico da hérnia na virilha, qual é o tratamento?

Com o positivo do diagnóstico da hérnia inguinal é importante que o paciente seja submetido a uma herniorrafia, ou seja, cirurgia de correção da hérnia.

Atualmente, a medicina oferta três tipos de cirurgia de hérnia na parede abdominal, sendo elas: tradicional, por videolaparoscopia ou robótica. Todas são feitas pela equipe multidisciplinar da Hernia Clinic.

É importante evidenciar que, após o diagnóstico da hérnia inguinal, apenas a intervenção cirúrgica trata a condição, não tendo tratamento clínico para tal. O paciente deve fazer exames pré-operatórios e agendar o procedimento, impedindo que a condição evolua para um caso grave, como o encarceramento da hérnia.

A herniorrafia é rápida, assim como a sua recuperação, e a estimativa é de que em 14 dias o paciente seja liberado para a retomada das atividades laborais ou demais rotinas. Como mencionado, uma consulta é capaz de prover o diagnóstico da hérnia inguinal. Logo, consulte-se com um dos cirurgiões da Hernia Clinic e verifique se é portador ou não da condição.

Fonte:

Centro de Hérnia – Hernia Clinic;

Manual MSD;

Ministério da Saúde.