Fale conosco pelo WhatsApp

Quais os sintomas de hérnia umbilical?

Mulher pressiona a barriga sentindo um dos sintomas da hérnia umbilical
30jul, 2020

A hérnia umbilical ocorre quando a parede abdominal possui uma região mais frágil ou sofre pressão intensa, resultando em um orifício na região do umbigo pelo qual órgãos ou gordura extravasam. É essencial que os pacientes conheçam e saibam identificar os sintomas de hérnia umbilical para buscar auxílio médico especializado quando o problema se manifesta.

Apesar de esta não ser necessariamente uma condição grave, ela pode evoluir para o encarceramento, uma situação que apresenta intensificação dos sintomas de hérnia umbilical e é mais grave. Isso porque esta complicação pode colocar a vitalidade dos órgãos em risco devido à interrupção do fluxo sanguíneo.

A seguir, conheça os sintomas de hérnia umbilical e como é feito o tratamento da condição.

Quais os sintomas de hérnia umbilical?

A condição pode afetar bebês, crianças e adultos e é causada principalmente por uma maior fragilidade natural da região do umbigo, por conta da presença do cordão umbilical durante o desenvolvimento fetal.

Em geral, os sintomas de hérnia umbilical manifestam-se visualmente e não por meio de uma dor ou desconforto. A condição pode ser identificada a partir do aparecimento de uma saliência indolor e maleável próxima ao umbigo.

Esse nódulo, por vezes, pode ser empurrado manualmente de volta à região interna da parede abdominal quando pressionado, tratando-se de uma forma de distinguir a hérnia de outros tipos de abaulamentos. Normalmente, o nódulo da hérnia umbilical fica mais visível conforme o paciente faz esforço físico, como levantar peso ou tossir.

Ainda que existam casos assintomáticos, quando há um agravamento do quadro com o encarceramento da hérnia o paciente pode verificar a intensificação dos sintomas de hérnia umbilical, incluindo:

  • Dor abdominal intensa e ininterrupta;
  • Prisão de ventre;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Febre;
  • Coloração vermelha ou mesmo azulada na região do umbigo.

Caso identifique esses sintomas de hérnia umbilical, é importante buscar auxílio médico especializado com urgência, pois em caso de encarceramento o procedimento cirúrgico deve ser emergencial para conseguir preservar a vitalidade dos órgãos.

Como é o tratamento da hérnia umbilical?

O tratamento da hérnia é exclusivamente cirúrgico, independentemente de o caso ser urgente ou não. Ou seja, para corrigir o problema o paciente deverá obrigatoriamente ser submetido à cirurgia.

A definição de qual a técnica mais apropriada para a cirurgia de hérnia umbilical será verificada pelo médico especialista após a confirmação do diagnóstico e avaliação do caso e do paciente. Podem ser escolhidas três condutas distintas:

  • Cirurgia tradicional: nessa técnica aberta, a incisão cirúrgica é feita na região do umbigo para que o médico possa retornar os tecidos extravasados para o interior do abdômen. Pode-se inserir uma tela de sustentação cirúrgica para reforço da região, evitando a reincidência da hérnia. Em seguida é feita a sutura e fechamento da incisão;
  • Cirurgia laparoscópica: método pouco invasivo no qual são feitas três pequenas incisões na região abdominal para colocação dos instrumentos cirúrgicos e uma câmera que permite a visualização das estruturas internas. O tecido extravasado é realocado no local original, o orifício é fechado e pode-se optar pelo uso da tela;
  • Cirurgia robótica: ocorrem os mesmos passos da cirurgia laparoscópica, mas os instrumentos cirúrgicos são manuseados por um robô guiado pelo cirurgião responsável.

Em geral, o paciente tem alta médica no mesmo dia e recebe orientações dos cuidados que devem ser seguidos para uma recuperação adequada. Eles incluem:

  • Repouso nos dias posteriores à cirurgia;
  • Alimentação rica em fibras para evitar prisão de ventre;
  • Evitar exercícios físicos e esforço por 30 dias;
  • Fazer a correta limpeza e secagem do local operado.

Com os cuidados apropriados, o paciente poderá retornar às suas atividades normais em cerca de 15 dias. Conhecer os sintomas de hérnia umbilical é essencial para buscar auxílio médico quando necessário, principalmente caso haja o agravamento da condição. Entre em contato com os profissionais da Hernia Clinic para saber mais.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal;

MD Saúde.